O que é Candidíase Vaginal?

Candidíase vaginal é uma infecção causada por fungos Candida sp no aparelho genital feminino. O fungo Candida sp pode viver dentro do sistema gastrointestinal e na região perineal sem causar sintomas, mas em momentos de baixa imunidade, o ambiente quente e úmido da região genital propicia a proliferação descontrolada e desenvolvimento de sintomas de candidíase.

A doença não é sexualmente transmissível, apesar do fungo, eventualmente, poder chegar à vagina durante o ato sexual. Entre os sintomas estão coceira intensa na vulva e vagina e também ardência e inchaço na região. Pode aparecer dor ao urinar ou ardência no ato sexual, além de corrimento esbranquiçado e sem odor.

Para afastar a ameaça da candidíase vaginal, a higiene da região deve ser feita com sabonete de pH neutro. É melhor optar pela calcinha de algodão, não usar absorvente íntimo todo os dias e evitar roupas muito justas ou molhadas por tempo prolongado. Usar camisinha nas relações sexuais previne o contágio entre os parceiros. Pessoas com a imunidade comprometida, como portadores de HIV ou em tratamento contra o câncer, precisam de mais cuidados para prevenir a infecção pelo fungo. A candidíase pode ser uma doença oportunista.

Sinais e sintomas

  • Ardor, coceira e inchaço na região genital
  • Fissuras na mucosa genital que lembram assadura
  • Corrimento esbranquiçado

Fatores de risco

  • Relação sexual sem preservativo
  • Roupa íntima apertada e de material sintético
  • Ficar muito tempo com maiô e biquíni molhado
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Gravidez
  • Deficiência imunológica causada por doenças como Aids e câncer
  • Tratamento corrente com antibióticos

Diagnóstico

Na consulta, o médico analisará a mucosa da vagina. Se necessário, uma raspagem da área afetada fornecerá uma amostra a ser analisada em laboratório para identificar o tipo de fungo causador do problema.

Tratamento

Em geral, a cura da candidíase se dá por antifúngicos ingeridos por via oral ou por pomadas que devem ser aplicadas na região genital.

Fonte: Ministério da Saúde (www.blog.saude.gov.br/index.php/51617-candidiase-vaginal-cuidados-diarios-podem-evitar-evolucao-da-doenca)

Compartilhar